Para marcar o Dia Internacional da Paz da ONU, em 21 de Setembro, os Bloods de Ibarra, Equador, fizeram um videoclipe que celebra como a educação para a paz os inspirou a se transformar em uma força para o bem em sua comunidade.

Embora o grupo ainda se identifique como Bloods, eles não estão mais envolvidos em atividades criminosas, como alguns de seus contemporâneos em outras cidades, que afirmam pertencer a gangues reconhecidas globalmente. Cerca de cinco anos atrás, incentivados pelos workshops de educação para a paz da TPRF, esses jovens embarcaram em um caminho diferente, abrindo mão de armas e comportamentos ilegais em favor de atividades produtivas e projetos de melhoria da comunidade

As sessões multimídia do Programa de Educação para a Paz (PEP) são baseadas em trechos de palestras internacionais de Prem Rawat e projetadas para ajudar os participantes a ganhar um entendimento interior de força, dignidade, esperança e contentamento. Em um momento em que estavam em guerra com outra gangue, os membros dos Bloods de Ibarra dizem que os workshops tiveram um impacto profundo em sua decisão de parar as discórdias. Prem Rawat também se encontrou pessoalmente com os membros da gangue, oferecendo mais inspiração para novos rumos.

“Acho que se não tivéssemos ouvido a mensagem de Prem Rawat, o pior teria acontecido. Continuaríamos nos matando e roubando”, diz Jefferson, um dos líderes do grupo. Christian, outro líder, reitera esse sentimento, dizendo: “Tenho certeza de que eu estaria na prisão, em uma clínica, ou morto, porque é para onde eu estava caminhando”.

Agora, os Bloods de Ibarra tornaram-se modelos positivos em seu bairro pobre de Alpachaca, recebendo elogios do prefeito e de líderes regionais. Eles apresentaram os workshops de educação para a paz em escolas locais para ajudar outros a evitar os erros que cometeram e, por dois anos, produziram seu próprio programa na Rádio Pública Nacional do Equador para inspirar os jovens de todo o país a seguir seu exemplo pacífico.

Com o apoio de autoridades locais e seus vizinhos, os Bloods de Ibarra abriram recentemente o Centro CultivArte, um ponto de encontro comunitário em Alpachaca, onde oferecem workshops de educação para a paz, treinamento profissional, música, dança e artes criativas.

“Agora, temos a alegria de trabalhar para o bem. Se você sente paz interior, pode estar em paz com todos”, diz Christina, uma líder dos Bloods de Ibarra.

Como seu vídeo do Dia da Paz demonstra, o grupo inclui rappers, produtores e dançarinos talentosos, que só vão melhorar porque agora têm o próprio espaço seguro para praticar. O Centro CultivArte serve como cenário do vídeo, coberto por um mural de grafite recém-pintado que amplifica sua mensagem de esperança de que “La Paz es Posible” (A Paz é Possível). Colocando sua mensagem em ação, os Bloods de Ibarra convidaram os Bloods de Quito e seus rivais anteriores, os Latin Kings, para se juntar a eles na criação da música e do vídeo encorajadores.

A mensagem da música e do mural ecoa a mensagem de Prem Rawat e um novo mural em Londres em que ele trabalhou com o artista de renome mundial, Ben Eine, em resposta a uma epidemia de crimes de gangues no Reino Unido. Os Bloods pintaram seu mural em solidariedade a todos que trabalham no Reino Unido e ao redor do mundo para encontrar soluções pacíficas no Dia da Paz e todos os dias.

Um documentário sobre a transformação dos Bloods, “A Paz é Inevitável”, estreou recentemente no Reino Unido em um fórum sobre como lidar com a violência de gangues, e eles esperam que sua história sensibilize jovens como eles em todo o mundo, que estão em risco de fazer escolhas ruins.

“O PEP pode ajudar mais gangues, mais grupos, mais jovens que estão na rua ou em qualquer parte do mundo. Porque a mensagem é intensa, nos abre os olhos e nos ajuda a mudar de perspectiva”, afirma Cunini, uma líder dos Bloods de Ibarra. “Todos nós precisamos viver em paz. Todos os seres humanos precisam de paz, nossa própria paz.”

Os vídeos anteriores do Dia da Paz da TPRF receberam mais de 10 milhões de visualizações, e a instituição espera alcançar outros milhões com a nova mensagem edificante dos Bloods.

 

 

 

FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail